De graça eu dou pois de Graça recebi

Ñ é Só mais um site WordPress.com é seu

PAZ !!!

em 11 de abril de 2011

Quero informa que Este post jah estava devendo a muto tempo Pois este tema é muito gostoso de Lêr e estudar. neste momento creio que é o melhor momento de Postar esta materia com as noticias do meu japão querido (comuna da graça, mangás e animes kkk) e o Rio de janeiro muitos estão abaladoe e chocados + vamos ao que interessa…

O termo no original é EIRÉNE, paz, harmonia. A palavra paz entrou no Novo Testamento com uma história grandiosa por traduzir o termo hebraico SHALON, que significa paz com o sentido de conjunto de “tudo quanto contribui para o bem do homem”. Quando nos entregamos a preocupações limitamos a ação do Espírito Santo em nossas vidas e isso prejudica nossa relação íntima com Deus. A paz de Deus em nossas vidas é precedida pela paz com Deus, que é muito mais do que ausência de conflitos internos ou externos, visto que a paz do Espírito Santo não depende de circunstâncias felizes por ser um estado de alma: “Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”=Jo.16.33.
Na Bíblia Sagrada, encontramos 290 vezes (86 no Novo Testamento) a palavra “paz”, além das que lhe são correlatas (como pacificadores, pacíficos, pacificamente, etc.).
A paz é o desejo mais profundo do ser humano. Não por acaso, ela é uma promessa de Deus aos seus filhos. Desde muito cedo, os homens de bem se cumprimentava assim:“Paz seja convosco”=Gn.43.23. Os anjos de Deus apresentavam do mesmo modo:“Paz seja contigo”=Jz.6.23! O Antigo Testamento ensina-nos a abençoar assim:“O Senhor sobre ti levante o rosto e te dê a paz”=Nm.6.26. Jesus saudava seus discípulos e amigos com a expressão: “A paz seja com vocês”=Lc.24.36. Ele recomendou expressamente aos seus discípulos, quando entrassem na residência de alguém, que dissessem:“Paz seja nesta casa”=Lc.10.5! Os apóstolos pediam que o Deus da paz estivesse com todos=Rm.15.33, mas a saudação que ficou favorita na igreja do Novo Testamento era “Graça e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo”=1 Co. 1.3.
Em primeiro lugar vamos ter paz com Deus. Conforme Cl 1.20: “E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz…”, significa a tranqüilidade de todos os pecados perdoados. A paz de Deus.
Paz é uma atitude de serenidade, calma e força, tranqüilidade e quietude de espírito, produzida

pelo Espírito Santo, mesmo na adversidade e nas tribulações. Jesus nos prometeu essa paz; Ele disse: “A minha paz vos dou …” Ela deriva de nossa perfeita confiança (FÉ) em Deus, guarda os nossos corações da ansiedade, vem pela palavra de Deus e devemos buscá-la. Podemos perder a paz temporariamente por causa do pecado sem confissão, mas o Espírito nos traz de volta com a oração de confissão e leitura da Palavra de Deus.
A reação de quem tem a paz de Deus diante da oposição ou da adversidade não é raiva, irritação ou de modo vingativo, querendo afligir quem causou dor e sofrimento. Somente tem essa paz quem é dominado pelo Espírito de Deus e tem certeza de que Deus está no comando, e sabe o que faz.
Paz é a capacidade de não reagir com irritação, raiva ou ódio. A paz é a capacidade de manter a serenidade mesmo em meio às mais devastadoras e lancinantes situações. A paz de Deus não se manifesta em meio à calmaria, à tranqüilidade. Não há necessidade. Ela se manifesta em meio à adversidade, à oposição, ao desespero, ao desapontamento, à desilusão, à ofensa, ao deboche ou rejeição.
Palavras de maldição, ofensas, irritação, ou até mesmo uma expressão aborrecida ou um silêncio “matador” são reações de quem não tem a paz de Deus. Quem não é dominado pelo Espírito Santo de Deus reage com aborrecimento, irritação, raiva ou até mesmo ódio em situações de desapontamento, desilusão, ou desespero.
A paz não é para se contemplar, mas para se fazer. Fazemos a paz, quando anunciamos que ela é possível por intermédio de Jesus Cristo. Promover a paz é empenharmo-nos pela concórdia entre as pessoas. O que fazemos quando há confusão em casa, no colégio, no trabalho ou na igreja? Pomos fogo ou promovermos a união? Se promovermos a união, somos da paz, como Deus, que é apresentado como sendo de paz (1 Ts.5.23) e não de confusão (1Co.14.33).
A paz não depende da fidelidade do outro, da bondade do outro, do pedido de perdão do outro, mas é uma graça de nós aos outros, porque já fomos alcançados por uma graça que não

merecemos. No que depender de nós, devemos viver em paz com todas as pessoas (Rm. 12.18).
Não nos esqueçamos que a fonte da paz é Jesus Cristo e o seu vínculo é o Espírito Santo.“E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus”=Filipenses.4.7. FIM não só o Começo

Artigo Escrito pela : Lidiomar

MInha parte do Artigo ^^

este texto é maravilhoso + não bastaeu  somente ter-lo em mente devo ter na vida pratica, Quanto mais eu demoro  a espalhar o fruto do Espirito para o meu circulo de amizade + desastres virão,assassinos matarão,ladrão roubarão e etc…

Não estou ingnorando a Dor de nenhuma familia de nenhum lugar, é fato teria este mesmo sentimento de MEDO, DOR, FALTA DE PERDÃO e TRISTEZA.

EU PRESCISO DE PAZ e MUITA PAZ

Devemos ter em MENTE uma só coisa Tudo oque DEUS faz tem um Proposito.

E Deus tem um pra mim e para vocÊ Amar ao proximo como a Ti (MIM) mesmo e gerar fruto de arrependimento. EXISTE só um Ser que pode – lhe proporciona esta PAZ é DEUS.

Eclesiastes 3 :1 Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: